Educação e Desenvolvimento

Dê livro de presente!

Não sabe como escolher os melhores títulos para crianças? Ajudamos você nessa tarefa

Dê livro de presente!

Encher as crianças da família e dos amigos de presente é sempre uma delícia. Ainda mais quando é possível – junto com a lembrança – oferecer uma boa experiência. Nisso, os livros são ótimas opções!

“Eu faço questão de presentear crianças com livros. Acho lindo poder dividir conhecimento com alguém ou a emoção de ler algo especial”, comenta Erika Coneglian, 35 anos, corretora de seguros e mãe do Artur, de 5 anos.

Mas você saberia escolher o título ideal entre as centenas de opções disponíveis nas livrarias e sites? 

“Quem estuda literatura prefere pensar em escolher as obras de acordo com a experiência que a criança possui como leitora. Os parâmetros mudam muito conforme a idade e o sexo”, afirma a educadora Denise Guilherme, criadora da A Taba, empresa especializada em seleção de livros infantis.

Tais Mathias, coordenadora do acervo do Espaço de Leitura, no Parque da Água Branca, em São Paulo, comenta: “Nós gostamos de pensar que os livros possuem várias camadas. É como se ele fosse uma cebola a ser descascada. Cada camada traz uma perspectiva mais profunda da narrativa. Para alcançarmos outros níveis, precisamos do auxílio de um mediador ou compartilhar a leitura”.

Para acertar no presente, é preciso considerar os hábitos da família do presenteado. “Tudo depende de como a família trata a leitura no cotidiano. Se na casa da criança, os pais não têm o hábito de ler para ela, é provável que ela fique mais atraída por um livro com mais imagens e texturas. Essa pode ser uma forma de atrair a criança e toda a família para a leitura”, recomenda Sandra Monay, pedagoga e assistente da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo.

Dicas para escolher um bom livro infantil

Deu para perceber que presentear uma criança com um livro não é a mesma coisa que oferecer um simples brinquedo, não é? Porém, é uma experiência muito mais rica e interessante.

Por isso, não tenha medo de oferecer uma obra para ela. Qualquer tipo de livro é válido para experimentar diferentes linguagens. 

Algumas dicas podem lhe ajudar na tarefa de comprar um livro para quem você não tem tanta intimidade:

  • Ao pensar nos livros a serem comprados, não se apegue à idade ou ao sexo da criança. O interessante é pensar: quem é a criança a ser presenteada? Que tipo de história ela gostaria de ouvir?
  • Livros com aquele personagem famoso da televisão podem ser uma porta de entrada para estimular a leitura. Mas é preciso ficar atenta ao enredo das obras, que - em geral - são superficiais.
  • Ao determinar um valor a ser gasto, tenha em mente: qual é a melhor obra dentro desse preço? Quando se trata de livros infantis, o preço está diretamente relacionado à qualidade gráfica e editorial do produto.
  • Tire uns minutinhos para ler a obra a ser adquirida. Se você, como adulta, gostar da história, pode ter certeza que a experiência será ótima para a criança.
  • O seu filho pode ajudar. Leve-o junto às compras e apresente os livros a serem comprados. É o que a Erika faz: “Se o Artur gosta de um livro, eu compro outros exemplares para presentear os filhos dos amigos”.

 

Tire proveito de espaços e eventos especiais

Levar uma criança à livraria, aliás, é uma forma eficiente de despertar o gosto pela leitura. Diante de um acervo tão grande, é quase impossível que ela resista diante da chance de abrir um livro e se entregar ao enredo.

Se uma livraria já é um passeio e tanto, que pode ocorrer o tempo todo, tire proveito de eventos especiais para levar seus filhos e os amiguinhos deles para uma viagem incrível dentro do universo literário.

Neste ano, por exemplo, acontece da 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro (de 2016). O evento, que acontece no Pavilhão do Anhembi, é um verdadeiro parque de diversões para quem tem paixão por livros - e uma ótima oportunidade para despertar o interesse entre novos leitores.

Além de muitos lançamentos, escritores famosos e áreas especiais montadas pelas editoras, os visitantes encontram uma série de atrativos. A Disney, por exemplo, terá um espaço temático inspirado em "Moana - Um Mar de Aventuras", a nova animação que estreia em janeiro de 2017 nos cinemas. Sim, haverá um pedacinho da Polinésia dentro da Bienal de São Paulo!

Quem visitar o espaço da Disney vai encontrar um circuito com o chão cheio de bolinhas, onde poderá conhecer (e interagir) com curiosidades relacionadas ao tema, aos personagens principais da animação e se aprofundar na história e na cultura da Oceania. 

De quebra, os visitantes ainda vão encontrar mais de 400 títulos, entre livros, quadrinhos e revistas, considerados os mais importantes do acervo das marcas Disney, Marvel e Lucasfilm. Serão mais de 

10 livros infantis para não errar

Para quem ainda está em dúvida sobre quais livros são indicados para crianças, separamos dez títulos certeiros com a ajuda da educadora Denise Guilherme, da pedagoga Sandra Monay e da coordenadora de acervo Tais Mathias.

  1. Bruxa, bruxa venha à minha festa”, de Arden Druce (Brinque Book)
  2. Menina bonita do laço de fita”, de Ana Maria Machado (Editora Ática)
  3. Flicts”, de Ziraldo (Editora Melhoramentos)
  4. Chapeuzinho Amarelo”, de Chico Buarque (Editora José Olympio)
  5. Espelho”, de Suzy Lee (Editora Cosac Naify)
  6. Fico à espera”, de Davide Cali (Editora Cosac Naify)
  7. A incrível fuga da Cebola”, de Sara Fanelli (Editora Ática)
  8. Trocoscópio”, de Bernardo P. Carvalho (Editora Peirópolis)
  9. O pequeno príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry (Editora Agir)
  10. O escaravelho do diabo”, de Lúcia Machado de Almeida (Editora Ática)

 

(Foto: Getty Images)